Este site usa cookie para fornecer uma experiência melhor. Prosseguindo com a navegação aceite a utilização dos nossos cookies OK

Cônsul Honorário de Santa Maria, Oscar José Carlesso, recebe Prêmio Evandro Behr

Data:

03/09/2019


Cônsul Honorário de Santa Maria, Oscar José Carlesso, recebe Prêmio Evandro Behr

Neste sábado 31 de agosto ocorreu em Santa Maria a primeira edição da entrega do Prêmio Evandro Behr, que homenageia nomes de destaque na área da cultura em Santa Maria. Organizado pela ex-secretária de cultura e produtora cultural Iara Druzian, a honraria foi entregue a 50 personalidades em um jantar no Salão Nobre do Clube Recreativo Dores e integrou a programação do Mês da Cultura.

A própria idealizadora vem chamando o prêmio de "Oscar da Cultura". Segundo ela, promover uma premiação deste porte era um dos desejos da figura que dá nome ao troféu, o ex-prefeito Evandro Behr. Parte da renda arrecadada será doada ao Centro de Apoio à Criança com Câncer (CACC)

Conforme Iara, a primeira edição do evento buscou destacar o papel de Behr na cultura em sua gestão como prefeito. Ela destaca ações do administrador municipal como a criação da primeira Secretaria dedicada ao assunto na administração municipal, em 1991. Behr também participou da reforma do Theatro Treze de Maio e deu início a uma política de incentivo às escolas de samba de Santa Maria com a doação de terrenos em regime de comodato para que as entidades fizessem seus eventos e ensaios. Além disso, criou, em sua gestão, o Museu de Arte de Santa Maria, assinou a lei número 3568 de 16 de dezembro de 1992, que torna o Arquivo Histórico Municipal parte da estrutura organizacional da Secretaria de Município da Cultura. Com a legislação, o arquivo também passou a assumir a proteção do patrimônio documental histórico de Santa Maria.A escolha dos homenageados foi feita pela idealizadora do prêmio, em conjunto com a professora e jornalista Ceura Fernandes e o advogado e integrante da cadeira número 7 da Academia Santa-Mariense de Letras, Máximo Trevisan.

- Foram escolhidos nomes que contribuíram para a formação da identidade cultural da cidade. É um resgate daqueles que tiveram participação nessa história e também aqueles que continuam na ativa. Era um grande sonho do Evandro promover esse prêmio, que temos chamado de Oscar da Cultura. Ele tinha convicção que Santa Maria só iria se projetar além das fronteiras pela cultura - explica Iara.

O Cônsul-Geral Roberto Bortot entregou o troféu ao Cônsul Honorário Oscar José Carlesso, homenageado pela Cultura Italiana. Entre os demais premiados, estavam os ex-secretários de cultura Norberto da Cás, Orlando Fonseca, Marília Chartune Teixeira e familiares de Humberto Gabbi Zanatta (falecido) e a atual chefe da pasta, Marta Zanella. Também recebem tributos personalidades como o professor José Mariano da Rocha Filho e o poeta e escritor Luiz Guilherme do Prado Veppo. Ainda, o maestro criador da Orquestra Sinfônica de Santa Maria Frederico Richter, o jornalista Marcelo Canellas, a atriz Naura Schneider e a produtora cultural Cida Herok estão na lista de laureados.

Conforme Iara Druzian, nas próximas edições do prêmio, a ideia é envolver outras lideranças e agentes da área cultural para a escolha dos critérios dos agraciados. O Prêmio Evandro Behr deverá ser anual. 

Fonte: Diário de Santa Maria


354