Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

Cônsul-Geral participa da comemoração do “Dia da Memória” na OAB-RS

Data:

30/01/2020


Cônsul-Geral participa da comemoração do “Dia da Memória” na OAB-RS

Na noite da segunda-feira 27 de janeiro, a OAB-RS (Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Rio Grande do Sul) recebeu sobreviventes do Holocausto e homenageou as vítimas do genocídio em comemoração ao dia 27 de janeiro, que é considerado, pela Organização das Nações Unidas, o Dia Internacional da Lembrança do Holocausto. Em 2020, a libertação do maior campo de concentração, o Auschwitz-Birkenau, pelas tropas soviéticas, completa 75 anos.

O presidente da OAB/RS, Ricardo Breier, abriu o evento, destacando o simbolismo do ato: “É necessário lembrar para que nunca mais se repita. Temos que estar atentos a qualquer sinal de ataque à Constituição e aos direitos consagrados que ela prevê. Não podemos esquecer que todas as atrocidades cometidas pelo nazismo, entre 1933 a 1945, foram feitas com a legitimidade do Estado alemão, que desconsiderou a Constituição existente. Por isso, as instituições têm que ter posição forte ao refutar a intolerância, a discriminação, o racismo e o antissemitismo”, frisou Breier.

O presidente da Federação Israelita do RS, Sebastian Watenberg, ressaltou a importância de manter viva essa memória: “O dia 27 de janeiro é importante justamente para lembrar e para falar às futuras gerações o que foi o Holocausto. Infelizmente, teremos cada vez menos sobreviventes, o que implica a perda da memória de quem testemunhou os fatos. E essa mensagem é universal, não só sobre o Holocausto, mas também é contra a discriminaçã e a intolerância”, ressaltou Watenberg.  

O presidente da Comissão Especial da Verdade sobre a Escravidão Negra (CVEN), Jorge Terra, destacou a cultura de preconceito, enraizada desde os primórdios no Brasil: “Acabamos nos dividindo entre nós e eles, e essas divisões já foram responsáveis por numerosas tragédias na nossa história. Não podemos desfazer o que aconteceu, mas podemos aprender com o passado para que não volte a ocorrer”, enfatizou Terra.

No segundo momento do ato, a mesa foi composta por dois sobreviventes holandeses do Holocausto, Bernard Kats e Johannes Melis e dois netos de sobreviventes, que relataram com muita emoção memórias da época da guerra.

O Grupo de Diálogo Inter-Religioso de Porto Alegre, coordenado pelo Rabino Guershon Kwasniewski, encerrou o evento, convidando todos para um momento de reflexão pela paz e pelo respeito à diversidade. Representantes das religiões judaica, islã, espírita, da Fé Bahai, católica e umbanda fizeram parte do ato.

O Cônsul-Geral Roberto Bortot participou da solenidade, junto ao presidente da Caixa de Assistência dos Advogados da OAB/RS, Pedro Alfonsin; à presidente da Comissão Especial da Diversidade Sexual e Gênero da OAB/RS, Gabriela Lorenzet; ao vice-presidente da Comissão Especial da Igualdade Racial da OAB/RS, Artêmio Prado; ao presidente do conselho da FIRS e 2º vice-presidente da Confederação Israelita do Brasil, Zalmir Chwartzmann; ao coordenador da Comissão de Deveres e Direitos Humanos da FIRS, Luiz Carlos Levezon; ao diretor de advocacy da FIRS, Fábio Lavinsky, à vereadora Lourdes Sprenger, representando a Câmara de Vereadores de Porto Alegre; e ao coordenador de relações internacionais e federativas do munícipio, Rodrigo Corradi.

Fonte:https://www.oabrs.org.br/mobile/noticias/oabrs-e-federacao-israelita-rs-lembram-vitimas-holocausto/41255

Texto: Evelyn Berndt
Assessoria de Comunicação OAB/RS


415