Questo sito usa cookie per fornirti un'esperienza migliore. Proseguendo la navigazione accetti l'utilizzo dei cookie da parte nostra OK

Fabiano Dallazen é reconduzido ao cargo de procurador-geral de Justiça no dia 7 de junho 2019

Data:

11/06/2019


Fabiano Dallazen é reconduzido ao cargo de procurador-geral de Justiça no dia 7 de junho 2019

O Cônsul-Geral Roberto Bortot foi convidado na sexta-feira 7 de junho, para prestigiar a recondução do atual procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen, ao cargo no Ministério Público, para o biênio 2019/2021. A posse ocorreu na sede do MP-RS, na avenida Aureliano de Figueiredo Pinto, e foi sucedida por um jantar na Associação Leopoldina Juvenil.

O procurador-geral defendeu com veemência a instituição que representa. “A corrupção e a incompetência, e não o seu desvelamento e enfrentamento, produziram esse caos em termos de miséria e desemprego. Nossa instituição está sendo vítima da própria eficiência”, declarou, sob aplausos.

Dallazen também garantiu que o processo de construção institucional deve ser contínuo e permanente. “Nossa instituição precisa estar apta e pronta para atender às demandas da sociedade moderna”, explicou, reiterando a importância de uma política séria e de instituições fortalecidas. Dallazen também garantiu ao governador que o MP-RS seguirá trabalhando para auxiliar o Estado a superar a crise.

O Governador do RS Eduardo Leite, ressaltou o profundo respeito que tem pela instituição. “Tenho a certeza de que o MP-RS tem uma atuação destacada e honrada, que serve ao seu propósito institucional de fiador da democracia”, exaltou.

Comentando a disposição que sente em Dallazen para dialogar e para construir caminhos, Leite deu apoio à autonomia das instituições. “A velocidade da vida das pessoas exige que nos ajustemos, e essa rapidez também faz com que as instituições precisem se adaptar. Isso exige diálogo intenso e interação à exaustão para que possamos compreender os novos tempos e entregar os resultados que são cobrados pela sociedade”, explanou.

Fonte: Governo do Estado do Rio Grande do Sul


331